Sábio esse Patanjali!

 

O yoga sutra de patanjali é o texto que fundamenta a pratica de ashtanga vinyasa yoga, nele possui pontos cruciais para que possamos dar profundidade a um processo que aparentemente é físico apenas. Julgar esse método dado por S.K. Pattabhji Jois como uma pratica física apenas é como vendar os olhos, apalpar o rabo de um elefante afirmando ser um espanador.

É preciso mudar o olhar, entregar e se doar, possuir um professor experiente que viva a pratica diariamente, um professor que manifesta em suas atitudes o que os asanas propõem em cima do tapete, dessa forma  o calor  adentra seu corpo e coração  e acessa camadas mais internas, abrindo espaço e tonificando músculos, purificando impurezas, abrindo caminho para o Divino resplandecer de dentro para fora. Pois lá, no âmago do seu ser,  mora algo que uma vez acessado, te coloca numa sensação de presença e felicidade na qual não pode ser perturbada pelos estímulos externos.

Os Três ingredientes principais dados por Patanjai são:

Tapah svadhyayaeshvara-pranidhanani kria-yogah

Disciplina, estudo e entrega ao Divino é o yoga da ação.  Y.S 2.1

Tapah a pratica diária, descansando uma vez semanalmente cria fundação num trabalho no qual o objetivo é acessar camadas mais profundas. Sim, os músculos podem ficar estressados e cansados; mas com bom senso para não expor seu corpo a lesões, e ao mesmo tempo firmeza para dar continuidade ao trabalho junto com óleos e uma boa dieta, torna o corpo do praticante forte e alongado. Assim com fundação e conforto as tensões vão dando espaço para uma boa postura e uma sensação de bem estar impar, facilitando as meditações e pranayamas.

*Descansar no auge das luas cheia e nova é uma oportunidade de observar e se conectar com a natureza, sentir sua interferência no individuo; dias como esse o descanso e estudo sempre “cai como uma luva”.

Svadhyaya estudo dos textos implica em entender e tentar realizar na vida pratica o que foi estudado, ou seja, auto observação constante nos padrões comportamentais a serem mudados e transformados em hábitos, que gradualmente te levam a felicidade e centramento.

Ishvara-pranidhanani entrega ao Divino significa exercitar a consciência de que não estamos no controle absoluto, nosso esforço e controle alcançam até um certo nível de qualquer atividade executada, pois no fim, o resultado é dado por um Controlador Supremo (Ishvara), e esse entendimento do resultado esta diretamente ligado ao pacto de fé em algo maior do que nós, Deus.

E por fim Yoga Kryah se traduz literalmente como yoga da ação, perdão,  vamos traduzir toda a expressão:

                    Yoga Kryah

Conexão com o divino através de uma ação.

Sendo essa ação consciente de que o resultado não depende apenas do seu esforço, mas sim de um Controlador Supremo, significa que você pode sofrer menos pelos anseios de seus desejos, pois sua consciência está ciente que o resultado é dado por Deus e não unicamente pelo seu ego.

Dessa forma, vamos seguindo em frente: praticando, observando e com fé em algo maior.

Grato ao sábio Patanjali, por resumir em sutras uma filosofia tão profunda e vasta que é o yoga.

Borá por em pratica…?

Junior (Jay gauranga)

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios