Dor ou sensação de abertura?

Yoga é constituído de inúmeros conceitos que geram desdobramento e concepções mais profundos conforme o praticante adquire realização.

Na pratica de ashtanga vinyasa yoga é importante esclarecer a diferença entre “dor” e “sensação de abertura”, sensação essa que não necessariamente é confortável, ou até mesmo bem desagradável, mas é nesse momento de desconforto que mora uma grande oportunidade de crescimento e auto-conhecimento. Entendendo que as séries do ashtanga leva o aluno a ganhar espaço no corpo para maior fluidez energética, os caminhos que os asanas abrem quase sempre nos colocam nessa “sensação de abertura” resultando em dor e algumas vezes situações de emoção profunda.

Geralmente viemos de uma cultura que nos leva a ser imediatistas e frágeis. Esses aspectos estão diretamente ligados a falta de integridade não só espiritual, mas principalmente emocional.

Venho reparado que após um tempo de disciplina em esticar o tapete diariamente e praticar, o praticante é levado em um estado de força física e interior gerando essa integridade na qual foi falada acima. Isso é um aspecto muito relevante devido à necessidade de estar sempre forte e disposto para enfrentar o que a vida nos traz para suplantar e vencer.

Pois a complexidade dos asanas nas series avançadas, são propositais, não são gratuitos. Os vinyasas preparam o corpo, os asanas criam fundações para ganhar espaço; assim o yoga ajuda a  resolver questões e adentrar dentro de si mesmo, pois sempre existe jóias a serem descobertas no âmago do nosso ser. Shanti..

Junior (jay Gauranga)

 

Anúncios