Meu Mat, minha morada.

Não é um tapete, é um ambiente

Não moro nele, mas é lá que me acho, ou, onde me procuro…

Um ambiente simples e complexo, sem parede, mas com muitas janelas.

Não permaneço o dia todo, mais é lá que inicio o dia, e quando menos percebo, chega a hora de deitar e descansar.

Considero como algo além de casa, mas sim um abrigo, ou por que não um templo?

Quando posso oro!  Algumas vezes choro, mas quase sempre respiro…

Sim, ele está desbotado, mas a sensação gerada por estar ali é quase sempre de que um arco-íris que mora lá fora, logo após a conquista…

A conquista de tirar as tensões e fechaduras, de libertar a mente e aguçar a inteligência, pois quando isso acontece o desbotado da vida se torna colorido e infinito. E o que é duro e seco, vira flexível e fluido.

Nessa casa muita coisa acontece, mas tudo é lendo e transformador.

No inicio é apenas terapia…

Depois  acontece a purificação.

E  após muitos anos de limpeza, se alcança a verdadeira força e graça.

Mas lá, nunca estou sozinho: no frio e calor, na flexibilidade e na rigidez, nas lagrimas e nas belas gargalhadas; ela esta sempre comigo! Verão após verão.

Intocável, pequena, mas constante!

Simples pra muitos, mas para mim, minha maior opulência!!

A devoção.

Esse é meu lar, essa é jornada…

Junior (Jay Gauranga)

Anúncios