PAPO RETO DE CORAÇÃO ABERTO!

Já tem milhares de anos que na Índia antiga os grande Rshis (yoguis misticos) se retiravam nas florestas para buscar uma conexão com uma energia superior, existia uma rede de conexão com a natureza  que gerava a “revelação”.

Hoje, aqui em nossas vidas urbanas estamos de alguma forma buscando algum tipo de conexão nas redes sociais e também através de nossa praticas e meditações, talvez não consigamos obter uma revelação como dos grandes yoguis antigos, mas com certeza a nossa postura de ser humilde e não se comparar a esses grandes santos da historia do yoga, nos permita ser apenas nós! E isso é lindo, pois ser você mesmo significa que está no caminho certo.

O caminho certo é proposto por muitas escolas e instituições que estão barganhando adeptos, sendo assim abrimos as varias janelas no computador e analisamos a proposta mais atraente e barata, e de preferencia que traga o resultado mais rápido. Seja bem vindo aos tempos modernos!

Se vende espiritualidade, compramos “kit-ideológicos” levantamos nossa bandeira da tribo que se inserimos, e por fim, fazemos um bom “self” para postar nas redes sociais. E ainda com discurso de plena realização…

Fico pensando como seria o “self” de personalidades como Jesus, Budha, Krishna se eles possuíssem “Pau de self” ?

 O mais interessantes é que sem instrumentos tecnológicos a fama desses grandes lideres estão atravessando gerações a muito tempo, pois a concepção de “self” proposta por Eles é algo muito sublime e simples.

“Olhe para dentro, seja você e se mantenha presente”

Essa era a pratica milenar dos yoguis, pois estar presente e olhar para dentro nos leva ao nosso verdadeiro “self”.

E isso quando praticado com sinceridade e livre de prestigio gera força e convicção. Por isso nomes como Hanuman vem atravessando gerações há milhares de anos! Hanuman é uma figura na história do yoga, que possuía muita força física e muitos poderes misticos, porém o que faz Dele um herói famoso é seu amor pelo casal divino Sita e  Rama.

No fundo, por mais curtidas que obtenhamos na nossa postagem, daqui cinco minutos haverá outra, e a mesma tecla que curte seu “self” é a tecla que te exclui da rede de amigos.  

Penso que quanto mais procuro meu self dentro de mim, mais me aproximo das pessoas ao meu redor, e dessa forma impresso minha presença na rede da das relações pessoais e principalmente amorosas.

Poderia falar mais, mas tenho que ir dar banho na minha caçula…

Abraço forte.

                                                                                 Junior (Jay gauranga)

Anúncios